Odontopediatria

Odontopediatras e Médicos Pediatras: os benefícios dessa Integração

Compartilhe conhecimento:

Descubra os assuntos de maior interesse em odontopediatria para médicos pediatras e a importância da integração entre os profissionais que cuidam dos pequenos.

 

Hoje é dia da estreia da nossa nova colaboradora em odontopediatria, a Dra. Juliana Kuboyama. Confira a seguir sua análise sobre a importância da integração entre profissionais dessa especialidade e os pediatras.

 

A integração entre odontopediatras e médicos pediatras é de suma importância, visto que a má condição de saúde bucal pode acarretar graves consequências à saúde geral de bebês, crianças e adolescentes. (1)

A saúde bucal é um tema amplo e muito interessante, que inclui desde o conhecimento do desenvolvimento e da morfologia da dentição decídua e permanente, às alterações que possam ser fisiológicas ou patológicas, potencialmente favorecendo o aparecimento de doenças. (2)

O que se observa é que a dificuldade de acesso ao atendimento odontológico acarreta prejuízos aos cuidados da dentição decídua. É nesse momento que o médico pediatra assume papel importante na divulgação de medidas preventivas em saúde bucal. Isso se deve pelo contato regular que esse profissional tem com as crianças, desde o seu nascimento. (3) Pensando nesse acompanhamento, a Associação Americana de Pediatria propôs, em 2003, uma política de prevenção em saúde bucal – veja em nossa Referência Bibliográfica nº 4 abaixo. De maneira similar, a Associação Brasileira de Odontopediatria publicou, em 2008, o “Guia de Orientação para a Saúde Bucal nos Primeiros Anos de Vida“. (5)

Em um estudo realizado por profissionais da Universidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul, os autores observaram que alguns assuntos eram de maior interesse pelos médicos pediatras (6). Apresentamos, a seguir, os principais destaques.

 

Cárie

caries em criancas pequenas

A cárie é a doença crônica mais comum na infância, sendo um grande problema mundial. Um fator importante que deve ser levado em consideração é que ela pode ser prevenida, controlada ou mesmo revertida.

Para prevenção, é necessário conhecer sua etiologia e os fatores de risco para o desenvolvimento. O controle e a reversão da doença são possíveis caso seja diagnosticada em estágio inicial, que é a presença da mancha branca no esmalte dental, sem cavidades. Quando a situação clínica envolve cavidades dentárias, há necessidade de tratamento curativo e preventivo, a fim de modificar as condições que levaram ao desenvolvimento da doença.

A evolução é capaz de causar grandes destruições dos dentes ou até mesmo sua perda, podendo resultar em complicações locais, sistêmicas, psicológicas e sociais. (7)

A Cárie Precoce na Infância é classificada pela American Academy of Pediatric Dentistry (8) como a presença de um ou mais dentes decíduos cariados (lesões cativadas ou não), perdidos (devido à carie) ou restaurados antes dos 71 meses (05 anos e 11 meses) de idade.

A Cárie Severa da Infância (CSI) é de natureza rompante, aguda e progressiva, e se caracteriza quando qualquer sinal de superfície lisa cariada (com ou sem cavidade) se apresenta em crianças com menos de 3 anos de idade. Também é considerada CSI se, dos 3 aos 5 anos de idade, a criança apresenta mais de quatro a seis superfícies afetadas em dentes decíduos anteriores. A CSI substitui o título anteriormente conhecido como “Cárie de Mamadeira“. (9)

 

FLÚOR

fluor na escovacao dentaria

A Academia Americana de Pediatria e a Sociedade Brasileira de Pediatria recomendam o uso de creme dental com flúor desde a erupção do primeiro dente decíduo. Os cremes dentais devem ter entre 1.100 e 1.450 ppm de flúor e usados em quantidades correspondentes a um grão de arroz cru (4), sempre sob a supervisão e orientação de um adulto.

 

idade da primeira consulta no dentistaIdade da primeira consulta odontológica

A Academia Americana de Pediatria sugere que a primeira visita odontológica ocorra em torno do primeiro ano de vida (4) e a Associação Brasileira em Odontopediatria salienta que o ideal seria realizar uma avaliação de risco em saúde bucal até o sexto mês de vida do bebê. (1)

 

O objetivo da odontopediatria vai além da preservação dos dentes. Ela busca, incessantemente, a manutenção da saúde bucal e sistêmica das crianças. Por isso, é enorme a importância da integração entre os profissionais de saúde que atendem crianças. Saber reconhecer e modificar fatores de risco para o desenvolvimento de doenças é tarefa fundamental, já que eventos ocorridos na infância podem impactar a vida adulta e determinar a condição futura da criança.

 

 

Referências Bibliográficas

  1. Guedes Pinto, Antônio Carlos; Mello-Moura, Anna Carolina Volpi. Odontopediatria – 9 ed. Rio de Janeiro: Santos, 2016. Cap. 1,  1-91.
  2. Associação Brasileira de Odontopediatria. Manual de Referência para Procedimentos Clínicos em Odontopediatria. São Paulo: Santos, 2010.
  3. American Academy of Pediatrics. Preventive oral health intervention for pediatricians. 2008, 122(6):1387-94.
  4. American Academy of Pediatrics. Oral Health Risk Assessment Timing and Establishment of the Dental Home. Pediatrics. 2003;111(5), 1113-6.
  5. Associação Brasileira de Odontopediatria. Guia de orientação para saúde bucal nos primeiros anos de vida. Londrina: UEL,2008.
  6. Ferro, R.L. et al. Integração entre pediatria e odontopediatria: uma abordagem transdisciplinar na suade bucal infantil. Revista da AMRIGS, Porto Alegre, 55 (1): 31-36, jan.-mar. 2001.
  7. Losso, E.M. et.al. Carie precoce e severa na infância: uma abordagem integral. Pediatr. (Rio J.), vol.85, n.4, Porto Alegre, Ag.2009.
  8. American Academy of Pediatric Dentistry. 2008-2009. Definition, oral health policies and clinical guidelines. http//www.aapd.org/media/policies.asp.
Print Friendly, PDF & Email
Etiquetas
Mostrar mais

Dra. Juliana Kuboyama

Cirurgiã dentista com especialização em odontopediatria e odontologia.
Consultório Odondológico – Sorriah Odontologia R. dos Bandeirantes, 531 – Cambuí, Campinas – SP, 13024-011.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo