Nutrologia

Vitamina D: Quando Suplementar?

Compartilhe conhecimento:

Sempre há dúvidas em relação a quando solicitar dosagem sérica de 25-OH-vitamina D3 e quanto de vitamina D deve ser suplementada. Descubra as últimas orientações.

Na prática diária do ambulatório de pediatria, o cuidado com a nutrição das crianças faz parte da rotina do atendimento. A suplementação vitamínica é necessária em algumas situações e faixas etárias. A vitamina D, especificamente, é considerada um pró-hormônio e, além do metabolismo ósseo, vem sendo estudada com moduladora de doenças alérgicas, doenças cardíacas, asma, entre outros.

Dentre as fontes dietéticas de vitamina D destacam-se:alimentos ricos em vitamina d

  • o óleo de fígado de peixe,
  • peixes como sardinha,
  • salmão e atum,
  • gema de ovo e
  • fígado.

 

SÍNTESE DA VITAMINA D

A pele humana sintetiza vitamina D3 quando exposta ao sol. A figura a seguir mostra a síntese e metabolismo da vitamina D.

Síntese e Metabolismo da Vitamina D
Síntese e Metabolismo da Vitamina D

 

SUPLEMENTAÇÃO DE VITAMINA D

Sempre há dúvidas em relação a quando solicitar dosagem sérica de 25-OH-vitamina D3 e quanto de vitamina D deve ser suplementada.

Um interessante artigo foi recentemente publicado a respeito do diagnóstico de deficiência de vitamina D entre crianças inglesas. Ele avaliou 711.788 crianças de 0 a 17 anos quanto a níveis séricos de 25-OH-vitamina D3 e mostrou um aumento impressionante de deficiência dessa vitamina naquela população. As taxas de deficiência aumentaram de 3,14:100.000 crianças/ano em 2010 para 261:100.000 crianças/ano em 2014. O artigo relata, ainda, uma maior taxa de diagnóstico em crianças não brancas, em mais velhas e naquelas menos expostas ao sol.

O ponto de corte ideal para deficiência de 25-OH-vitamina D3 é de 20 ng/ml (50 nmol/l).

Outros dados importantes podem ser observados no recentemente publicado ‘Consenso da Academia Europeia de Pediatria’. O trabalho revisa alguns conceitos a respeito da vitamina D. Inicialmente, coloca que o ponto de corte ideal para deficiência de 25-OH-vitamina D3 é de 20 ng/ml (50 nmol/l). Isso é relevante, pois a dosagem sérica de 25-OH-vitamina D3 sem uma justificativa pode gerar, além de custos elevados, confusão e resultados pouco confiáveis. A sua dosagem deve ser realizada em situações de risco desta deficiência, que seriam:

  • Crianças negras,
  • Crianças que vivem em áreas de pouca exposição solar,
  • Crianças com doenças hepáticas ou renais,
  • Crianças com má-absorção, ou em nutrição parenteral prolongada,
  • Crianças que recebem anticonvulsivantes.

Recomenda a suplementação de 400 UI/dia no primeiro ano de vida. Após este período, a dosagem dependerá de fatores de risco pessoais e ambientais.

Não há dados brasileiros nesse sentido. No entanto, a Sociedade Brasileira de Pediatria publicou em 2014 um documento a respeito do diagnóstico e suplementação de vitamina D em crianças e estabelece como necessária a suplementação no primeiro ano de vida de 400 UI/dia e dos 12 aos 24 meses de 600 UI/dia, bem como quando os níveis de vitamina D sérica estiverem abaixo de 20 mg/ml. O documento científico pode ser acessado na página da sociedade.

barra-portalped

 

Referências consultadas

  1. Grossman Z, Hadjipanayis A, Stiris T, Del Torso S, Mercier JC, Valiulis A, Shamir R. Vitamin D in European children-statement from the European Academy of Paediatrics (EAP). Eur J Pediatr. 2017 Apr 12. doi: 10.1007/s00431-017-2903-2. [Epub ahead of print]
  2. Basatemur E, Horsfall L, Marston L, et al. Trends in the Diagnosis of Vitamin D Deficiency. Pediatrics. 2017;139(3):e20162748
  3. Deficiência de vitamina D em crianças e adolescentes. Documento Científico – SBP 2014 
Print Friendly, PDF & Email
Tags
Mostrar mais

Dra. Ana Cancelier

Pediatra, com formação em Medicina pela UFSC, Mestrado em Ciências da Saúde pela UNESC e Doutorado em Ciências da Saúde na UNISUL. Professora de Pediatria na UNISUL e Pediatra na Clínica Provida (Tubarão – SC).

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta